Exposição conta a história de Belém

Em tempos de comemorações pelos 397 anos da cidade de Belém, os visitantes da Estação das Docas ganham um presente. Trata-se da exposição “Belém da Memória”, que mostrará através de 35 imagens e textos, a história da capital paraense. A mostra está aberta desde 12 de janeiro, no Armazém 2 do complexo turístico. O projeto Belém da Memória foi implantado em 1999, pelo Núcleo Cultural Casa da Memória, da Universidade da Amazônia (Unama), a partir da idealização dos professores Paulo Nunes e Josse Fares.

Ele abriu, para a cidade, um espaço que não é apenas de saudade, possibilitando uma visão ampliada da realidade em que se vive e, ao mesmo tempo, pensar que ainda dá para preservar as belezas que o passado construiu. “O olhar do arquiteto José Fernandes Neto, aliado a textos, mostram a cidade na década de 1970. O objetivo da exposição é criar uma referência estética e poética do patrimônio histórico de Belém, contribuindo para a preservação da nossa cultura”, destaca a coordenadora da Casa da Memória, Jonise Nunes.

A Estação das Docas, durante todo o ano, promove ações que fomentam a cultura paraense. Pensando em homenagear a cidade pelos seus 397 anos, foi apresentado à Organização Social Pará 2000, que administra o complexo turístico, o projeto Belém da Memória. “Não hesitamos em abraçá-lo. Vemos a exposição como uma viagem ao passado, para entender o presente e projetar o futuro da cidade que desejamos. Com esse intuito, a realizamos para mostrar aos visitantes a nossa história”, conta a gerente de Marketing da OS Pará 2000, Isa Arnour.





A exposição Belém da Memória é uma realização da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) por meio da Organização Social Pará 2000, em parceria com o Núcleo Cultural Casa da Memória, da Universidade da Amazônia (Unama).

Informações: estacaodasdocas.com.br

Serviço

“Exposição Belém da Memória”.

Visitação de 12 de janeiro até o dia 28 de fevereiro, das 10h às 22h, no armazém 2, na Estação das Docas (Av. Boulevard Castilhos França, s/nº – Campina). Informações: (91) 3212.5660. Entrada gratuita.

Fonte: Pará Online

4.8 (95.86%) 58 votos




Deixe seu comentário