Cuíra Belém

O Grupo Cuíra Belém tem 38 anos de atividades na área teatral paraense, onde sempre participou intensamente com montagens de autoria coletiva e autores regionais. A partir de 1995, passou a contar com a orientação de Cacá Carvalho que veio a Belém para dirigir “Nunca houve uma mulher como Gilda” “Convite de Casamento”, “Toda minha vida por ti”, e “Hamlet, um extrato de nós”.
Em 2006 locou um espaço físico, bem na zona de meretrício, onde realizou um intenso trabalho social com oficinas, música, dança e teatro. Em abril de 2007 estreou o espetáculo “Laquê” interagindo concretamente com a população do entorno do espaço.

Cuíra Belém

Em 2008 estreou os espetáculos “PRC-5 – a voz que fala e canta para a planicie”, sobre os 80 anos da Rádio Clube do Pará (a 1° rádio da região norte), direção de Wlad Lima e Karine Jansem.
Em 2011 e 2012 desenvolveu o Projeto Cuíra por Memórias, patrocinado pela Petrobras através da Lei Rouanet do Ministério de Cultura. Esse projeto incluía a palestra “Conversa Barata”, Oficina de Cenografia, Adereços, Figurino, Canto e Interpretação. Em setembro estreou o Espetáculo “Barata pega na chinela e mata”, resultado da pesquisa desenvolvida no projeto sobre o político Joaquim de Magalhães Barata, que se manteve na liderança durante cerca de 30 anos, marcando profundamente a história do Pará.
Ainda em 2012 executou o Projeto Pauta Mínima – Prêmio Pro-Cultura de Estímulo ao Circo Dança e Teatro, que premiava grupos teatrais da cidade para pautas no Teatro Cuíra, democratizando o espaço que o grupo ocupava e sua relação com o Teatro da cidade. O sucesso desse projeto proporcionou uma segunda edição, realizada em 2014, com o mesmo objetivo de promover o encontro com o público.

O ano de 2016 foi de muito estudo e reconhecimento do novo teatro que chegou. Em 2017 fez parceria com o grupo Teatro de Apartamento e montou o espetáculo “A outra irmã”, com dramaturgia e direção de Saulo Sisnando, usando a Casa como cenário e se estruturando com seu equipamento técnico dentro do casarão antigo.

Teatro no Brasil

O teatro em terras brasileiras nasceu em meados do século XVI como instrumento de catequese dos Jesuítas vindos de Coimbra como missionários e índios. Era um teatro, portanto, com função religiosa e objetivos claros: evangelizar os índios e apaziguar os conflitos existentes entre eles e os colonos portugueses e espanhóis. O primeiro grupo de Jesuítas a desembarcar na Bahia de Todos os Santos, em 1549, era composto por quatro religiosos da comitiva de Tomé de Sousa, entre os quais o padre Manuel da Nóbrega. O segundo grupo de missionários chegou à então Província do Brasil no dia 13 de julho de 1553, como parte da comitiva de Duarte da Costa. No grupo de quatro religiosos estava o jovem José de Anchieta (1534-1597), então com dezenove anos de idade.





A população estimada de 57 mil habitantes era composta por colonos, muitos deles criminosos, e índios em sua maioria de vida nômade. Os jesuítas mantinham os indígenas em pequenas aldeias, isolados de dois terríveis perigos: a vida desregrada e a escravidão impostas pelo homem branco explorador e o consequente retorno ao paganismo. A tradição teatral jesuítica encontrou no gosto dos índios pela dança e pelo canto um solo fértil e os religiosos passaram a se valer dos hábitos e costumes dos silvícolas – máscaras, arte plumária, instrumentos musicais primitivos – para as suas produções com finalidades catequéticas.

Tematicamente, essas produções mesclavam a realidade local (tanto de índios quanto dos colonos) com narrativas hagiográficas (vidas dos santos). Como toda espécie de dominação cultural prescinde um conhecimento da cultura do dominado, o Padre Anchieta seguiu o preceito da Companhia de Jesus que determinava ao jesuíta o aprendizado da língua onde mantivessem missões. Assim, foi incumbido de organizar uma gramática da língua tupi, o que fez com sucesso.

Cuíra Belém Preços

Os preços variam de acordo com os espetáculos escolhidas. Você pode consulta-los acessando o Facebook ou site do local.

Teatro Cuíra Belém – Trabalhe Conosco

Se você tem paixão pelo que faz e garra para alcançar seus objetivos, junte-se ao time do Cuíra Belém.  Para alcançar seu objetivo de negócios, a empresa procura os melhores talentos e profissionais que queiram crescer continuamente com a empresa. Você se encaixa neste perfil? Acesse o site da empresa e envie o seu currículo.

Horário de Funcionamento Teatro Cuíra em Belém

  • horário varia de acordo com o espetáculo, verifique a programação do Teatro para confirmar o funcionamento.

Endereço e Telefone Teatro Cuíra em Belém

  • R. Dr. Malcher, 287 – Cidade Velha – Belém – PA
  • Telefone: (91) 99987-7819

Mapa de localização





Deixe seu comentário